Deprecated: Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleto desde a versão 3.2.0! Use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor() em seu lugar. in /nas/content/live/fisiopop/wp-includes/functions.php on line 5323
Artrose do cotovelo - Fisiopop

Artrose do cotovelo

Já ouviu falar em artrose do cotovelo? O cotovelo é uma articulação que permite os movimentos de flexão, extensão e rotação do braço e antebraço.

Agendar uma consulta

Porém, embora haja cartilagem entre os ossos, com o passar do tempo, essa cartilagem pode se afinar, deixando as superfícies ósseas com atrito. Esse quadro é denominado artrose do cotovelo. 

A artrose do cotovelo resulta em bastante dor, pois, as superfícies ósseas sem a cartilagem, ficam desprotegidas e com o movimento, o paciente sente bastante dor devido ao atrito dessas superfícies. 

Em um paciente sem artrose, o deslizamento das superfícies ósseas é suave e indolor, permitindo a movimentação correta e sem limitação da amplitude de movimento.

Já em um paciente com artrose do cotovelo, a movimentação torna-se desafiadora, devido à dor. 

Agendar uma consulta

Com o passar do tempo, sem tratamento, o espaço antes ocupado pela cartilagem torna-se diminuto.

Então, na superfície óssea, pode haver formação de projeções ósseas, denominadas osteófitos, o que comprimem outras estruturas, piorando o quadro de dor. 

Já em outros casos, fragmentos ósseos e da cartilagem podem estar soltos no espaço reservado para a cartilagem, o que também leva à dor.

Dessa forma, o desgaste ósseo pode levar à destruição progressiva dos tecidos ao redor do cotovelo. Nesses casos, o paciente sente tanta dor que mal consegue movimentar o braço. 

Diagnóstico de artrose do cotovelo

paciente examinando o cotovelo com especialista
O diagnóstico de artrose do cotovelo é feito pelo ortopedista.

O diagnóstico de um quadro de artrose do cotovelo deve ser feito pelo médico ortopedista. Através da avaliação física e alguns testes de movimentação, é lançada a hipótese diagnóstica. 

Mas, exames de imagem são importantes para a observação da região da articulação do cotovelo, com maiores detalhes.

Inicialmente, exames radiográficos são bastante úteis para verificar o espaço interósseo na articulação, bem como a presença de osteófitos. 

Radiografias também são ideias para diagnosticar outras patologias que podem estar presentes, como fraturas ósseas, por exemplo. 

Em uma segunda fase do tratamento, caso não haja melhora, exames de imagem com mais detalhes, como a ressonância magnética, por exemplo, podem ser solicitados. 

A artrose do cotovelo pode apresentar-se de maneira incipiente em pacientes com outras comorbidades, como reumatismo. 

Tratamento

mulher segurando um dos braços com artrose do cotovelo
Há várias opções para o tratamento da artrose do cotovelo

Geralmente, um paciente procura um médico ortopedista quando está com uma crise de dor, a qual não apresentou melhoras com repouso e muitas vezes, até com analgésicos tomados sem prescrição pelo próprio paciente. 

Por isso, quando o médico ortopedista avalia o paciente em consulta, é importante retirá-lo da crise aguda de dor, para, inclusive, esse paciente ser mais tolerante às próximas fases do tratamento. 

Para remover o paciente do quadro de dor, analgésicos e anti-inflamatórios são os medicamentos de escolha.

Mas, lembre-se sempre de nunca se automedicar, visto que há remédios específicos para a melhora de quadros de dor ortopédica. 

A seguir, com o diagnóstico feito, o profissional prescreverá sessões de fisioterapia, que ajudam na reabilitação. 

Em pacientes com idade mais avançada e quadros mais graves de artrose, o tratamento cirúrgico é geralmente uma opção.

Nesses casos, é realizada uma artroplastia no cotovelo, com limpeza e remoção dos fragmentos ósseos ou ainda, a colocação de uma prótese de cotovelo. 

Após a cirurgia, o paciente ficará com o braço imobilizado por algumas semanas e inciará sessões de fisioterapia, para retornar à mobilidade da articulação. 

Agendar uma consulta