Deprecated: Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleto desde a versão 3.2.0! Use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor() em seu lugar. in /nas/content/live/fisiopop/wp-includes/functions.php on line 5323
Deslocamento de ombro: Sintomas e o que fazer? - Fisiopop

Deslocamento de ombro: Sintomas e o que fazer?

O deslocamento do ombro é uma lesão geralmente causada por trauma, ou seja, seja um acidente, queda, ou então durante a prática esportiva, por exemplo. 

Agendar uma consulta

Ela costuma causar espanto em quem acompanha, pois, com o deslocamento do ombro, a parte superior do osso do braço (cabeça do úmero) sai da cavidade glenoide, ficando o aspecto fisicamente impressionante. 

Mas, saber o que fazer em caso de deslocamento do ombro, como é o tratamento, se há necessidade de cirurgia ou não, pode ajudar você ou alguém que você conhece que venha a sofrer com este problema em algum momento na vida. 

Vamos falar sobre deslocamento de ombro, que em termos médicos recebe o nome de luxação do ombro. Confira! 

O que é deslocamento do ombro?

esquema mostrando deslocamento de ombro
O deslocamento de ombro ocorre quando o úmero sai do lugar.

O ombro é uma complexa articulação, formada por 3 ossos (úmero, escápula e clavícula), além de vários tendões e músculos.

Agendar uma consulta

É também a articulação com maior mobilidade do corpo humano, pois permite movimentações de rotação, adução e abdução, por exemplo. 

Assim, quando o ombro sofre um impacto, a cabeça do úmero pode sair da sua posição anatômica original, denominada cavidade glenóide.

Dependendo de como é o impacto e a posição que a cabeça do úmero assume após o deslocamento, temos diferentes tipos de luxações de ombro. 

Tipos de deslocamento de ombro

homem mostrando imagem digital de deslocamento de ombro
Há vários tipos de deslocamento de ombro diferentes.

Os tipos de deslocamento de ombro são relacionados à angulação que a cabeça do úmero assume (posterior ou anterior).

São também encontrados diferentes tipos de luxação, conforme a periodicidade, ou seja, se é a primeira vez que o deslocamento acontece, ou se já é um quadro recidivante. 

Além disso, pode-se classificar as luxações de ombro em involuntárias e voluntárias. Dessa forma, pode-se classificar as luxações de ombro da seguinte forma, descrita a seguir: 

  • Primária: primeira vez que o paciente é acometido pela luxação; 
  • Recidivante: quando a luxação já ocorreu múltiplas vezes; 
  • Involuntária; 
  • Voluntária; 
  • Anterior: a mais comum, ocorrendo 95% dos casos; 
  • Posterior; 
  • Multidirecional.

Diagnóstico

desenho mostrando homem com deslocamento de ombro
O exame ortopédico é essencial para identificar o deslocamento de ombro.

Para o diagnóstico da luxação, é essencial buscar um serviço ortopédico de urgência.

Isso porque, mediante o deslocamento do ombro, pode haver lesões nos vasos ou nervos da articulação do ombro.

Portanto, mesmo que você já tenha presenciado um deslocamento de ombro e saiba como proceder à redução, a avaliação médica é sempre importante. 

E com o deslocamento no ombro e lesões nas estruturas, a nutrição dessas estruturas do ombro podem ficar bastante prejudicadas, após a luxação.

Portanto, quando a luxação ocorrer, o ideal é buscar um pronto atendimento ortopédico o quanto antes. 

Dessa forma, o médico ortopedista avaliará a luxação e os danos às estruturas da articulação.

Para isso, exames de imagem são geralmente solicitados, tais como radiografias e ressonância magnética, por exemplo. 

De fato, os exames de imagem são bastante importantes para guiar o médico ortopedista no grau de lesão resultante da luxação do ombro. 

Tratamento para deslocamento de ombro

homem sem camisa com a mão em um dos ombros sinalizando deslocamento
Há várias abordagens que podem ser feitas em caso de deslocamento de ombro.

Assim que ocorre a avaliação do paciente com deslocamento de ombro, inicia-se o tratamento.

A primeira ação do tratamento é voltar o ombro à sua posição de origem, procedimento denominado redução. 

Redução 

A redução pode ser feita utilizando diversas técnicas, sendo algumas técnicas mais indicadas do que outras, conforme o quadro clínico.

É importante que a redução seja feito com bastante cuidado, para não causar mais danos às estruturas, sobretudo não causar uma fratura no ombro

Quando há deslocamento de ombro, geralmente, o paciente sente muita dor e não consegue mais movimentar o braço adequadamente. 

Devido à dor, em muitos casos, a redução do ombro é feita com o paciente sob sedação, para que ele não sinta muita dor na hora da manipulação do ombro deslocado. 

Cirurgia para ombro deslocado 

A cirurgia é uma indicação em casos de deslocamento de ombro quando há fraturas associadas aos ossos que compõem o ombro. 

Outra indicação, é a frouxidão persistente na articulação do ombro após luxação, para estabilizar a articulação é feito procedimento via artroscopia. 

Pós-cirúrgico 

Qualquer cirurgia feita no ombro demandará um certo tempo de recuperação. Importante seguir orientações médicas.  

O paciente deve iniciar as sessões de fisioterapia, para aos poucos, restabelecer as funções do ombro. 

Fisioterapia para deslocamento de ombro 

Quando um indivíduo apresenta ombro deslocado, a fisioterapia faz parte do tratamento.

Isso porque a dor que o indivíduo sente após a redução pode permanecer, sobretudo se houve lesões em ligamentos. 

Outro dado importante é que com a luxação do ombro, o fortalecimento das estruturas musculares se faz necessário.

Assim, a fisioterapia entra visando melhorar a amplitude de movimento, prevenir novas lesões e tratar as lesões existentes. 

A falta de movimentação adequada no ombro, após a redução, pode contribuir para aumento da rigidez articular, resultando em dor e limitação da amplitude de movimento, além de inibição dos músculos que estabilizam o ombro.

Portanto, é importante seguir com os exercícios de fisioterapia para evitar complicações após redução de luxação de ombro. 

No caso de atletas, o período pós-luxação de ombro é bastante desafiador, visto que o atleta deve se manter fora da prática esportiva por até 6 meses.

E se apressar seu retorno ao esporte, não só a luxação de ombro pode deixar de ser primária e se tornar recidivante, como dores crônicas podem surgir. 

Dessa forma, é fundamental que o atleta tenha orientação, tanto do médico que executou a redução, como do próprio profissional fisioterapeuta, para entender o processo de reabilitação pós deslocamento do ombro. 

Como evitar deslocamento de ombro?

homem sem camisa segurando um dos braços sinalizando dor por deslocamento de ombro
Algumas medidas preventivas podem evitar o deslocamento de ombro.

A prevenção é sempre a melhor forma de evitar problemas nas articulações, mas no caso de ombro deslocado, a prevenção nem sempre é possível. 

Isso porque a maioria das causas de ombro deslocado está relacionada a traumas intensos na região dos ombros, seja por acidente ou por prática esportiva. Alguns esportes apresentam maiores riscos de luxação de ombro.

É o caso do rugby e do futebol americano, por exemplo, por executarem movimentos de força, utilizando os ombros. 

Nestes esportes, o uso de equipamento de proteção individual é bastante importante, mas não zera as chances de um trauma esportivo ocorrer. 

É importante que quando o indivíduo sofrer a luxação de ombro, procure atendimento médico ortopédico de urgência, para avaliação do caso e realização da luxação pelo ortopedista.

Isso porque a demora no atendimento pode resultar na formação de coágulos, mais dor e também, em mais lesões às estruturas. 

De fato, a grande preocupação está em evitar a necrose da cabeça do úmero, que pode ocorrer quando não há nutrição adequada pelos vasos sanguíneos, rompidos na hora do trauma ao ombro. 

Portanto, buscar atendimento médico de urgência e seguir com o tratamento indicado, investindo em sessões de fisioterapia, são as melhores formas de evitar possíveis complicações com a luxação de ombro. 

O que fazer se presenciar deslocamento de ombro? 

Caso o deslocamento de ombro ocorra com algum conhecido seu e você estiver por perto, mantenha a calma.

Não tente você mesmo (a) fazer a redução para colocar o ombro de volta no lugar. Você pode aumentar as lesões já presentes. 

Leve a pessoa com ombro deslocado até o pronto-socorro ortopédico mais próximo. 

Agendar uma consulta