Deprecated: Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleto desde a versão 3.2.0! Use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor() em seu lugar. in /nas/content/live/fisiopop/wp-includes/functions.php on line 5323
Dor na mão - Fisiopop

Dor na mão

A mão é uma parte do organismo utilizada diariamente e quando um paciente sente dor na mão, pode ser o indicativo de vários problemas de saúde, ou apenas uso excessivo das mãos. 

Agendar uma consulta

Porém, como diferenciar uma dor na mão preocupante para outra dor na mão causada por esforço repetitivo? 

Vamos falar sobre as principais causas de dor na mão, como o diagnóstico da causa é feito, bem como é o tratamento para cada uma das principais situações clínicas.

Leia mais sobre o assunto abaixo!

Principais causas de dor na mão

pessoa com dor na mão, segurando uma delas com a palma voltada pra cima
São muitas as causas que podem resultar em dor na mão.

Não é de hoje que as pessoas sofrem de dor na mão. Antigamente, essa dor era muito comum em pessoas de mais idade, devido às doenças reumáticas ou então artrite. 

Agendar uma consulta

Já outras pessoas que trabalhavam com datilografia no passado, também se queixavam de dor na mão, envolvendo também o pulso. 

Atualmente, com o uso frequente dos celulares, muitas pessoas reclamam de dores nas mãos, causadas pelo uso constante de celulares.

Como os celulares também ficam apreendidos entre as mãos, o uso frequente dos polegares para digitar, pode levar a uma inflamação local, gerando dor. 

Isso tem sido tão sério que já faz alguns anos que o famoso periódico The Lancet, um dos mais respeitados na comunidade acadêmica da área da Saúde, lançou um estudo sobre “WhattsAppitis”, que seria uma inflamação na região dos polegares, devido ao uso frequente do aplicativo. 

Anos atrás, alguns pacientes apresentavam “Nintendinites”, que era uma dor causada pelo uso frequente do Nintendo, um videogame manual que fez grande sucesso. 

Ou seja, é preciso observar que com a crescente tecnologia, a dor na mão também tem crescido na população mais jovem. 

1 – Artrite 

pessoa com dor na mão por artrite
A artrite é uma das doenças mais comuns que causam muita dor na mão.

Sem dúvida, é a principal causa de dor na mão. A artrite é uma doença que faz com que as superfícies ósseas das articulações sofram atrito. 

Outras estruturas no organismo, como joelho e ombro, também podem sofrer com artrite. Assim, pela inflamação das estruturas articulares, as superfícies ósseas acabam ficando em maior contato. E com a movimentação, o atrito gera mais dor no local.

2 – Síndrome do túnel do carpo 

Uma lesão bastante comum que afeta mãos e punhos é a síndrome do túnel do carpo.

Nesse quadro, há compressão de um nervo que passa pelo punho e chega até a palma da mão. 

Essa compressão se dá devido a movimentos repetitivos em pessoas que usam frequentemente as mãos e punhos.

Mas também é uma doença que pode afetar quem usa muito o computador ou o celular, por exemplo. 

Como sintoma, o paciente sente dor na mão, mas também formigamento, direcionando o profissional a levantar a hipótese de síndrome do túnel do carpo, pois, compressões nervosas produzem formigamento. 

3 – Tenossinovite

pessoa com dor na mão na região do pulso
Essa dor na mão é causada por movimentos repetitivos.

A tenossinovite é a inflamação da região do punho, que pode ser causada por movimentos repetitivos. Existem vários tipos de tenossinovites. 

Praticantes de tênis, por exemplo, são grupos de risco para desenvolverem esse tipo de lesão, visto que a movimentação do punho durante a prática do esporte é bem frequente.

Tenossinovite de De Quervain

Nesse tipo de lesão, há inflamação da bainha que protege os tendões na altura do polegar. Assim, o paciente sente dor na altura do dedo polegar. 

Esse tipo de inflamação é bem comum em tenistas, que sentem dor ao girar o punho ou fazer a apreensão da raquete. 

Além disso, esse tipo de tenossinovite é bastante comuns em recém-mães, que constantemente levantam seus bebês recém-nascidos. 

Para essa lesão, a remissão é espontânea, mas deve ser necessária a conscientização do paciente e o repouso das atividades que geram dor. 

4 – Neuropatia periférica 

A neuropatia periférica é considerada uma das sequelas de diabetes não compensado a longo prazo.

Nessa patologia, os nervos periféricos apresentam complicações, causadas pela constante glicemia alta. 

Dessa forma, o paciente sente formigamento nas mãos, podendo o quadro ser apresentado de forma bilateral. 

5 – Fraturas

pessoa segurando uam das mãos com dor próxima aos polegar
A dor na mão pode ser decorrente de uma fratura.

A mão é feita por ossos, envolto por músculos e tendões. Podemos dividir as partes das mãos em três: falanges, tarso e metatarso.

Os ossos menores, sobretudo do centro da mão, podem ser fraturados quando uma pessoa sofre um trauma direto grande. 

Além disso, os dedos também podem sofrer fraturas, mas, a fratura nos dedos fica mais evidente pelo edema que se forma. No total, em cada mão, há 27 ossos. 

Portanto, quando uma pessoa recebe um trauma na mão e permanece com dor após 3 dias, é essencial buscar diagnóstico médico adequado.

Com uma radiografia, será possível evidenciar a existência de fraturas nos ossos da mão. 

6 – Gota 

A gota é o nome popular para a doença causada por excesso de ácido úrico no sangue. Nesse caso, o diagnóstico é feito pelo médico reumatologista. 

Quando um paciente possui gota, geralmente apresenta edema e dificuldade de movimentação nas mãos.

O tratamento, além da medicação do ácido úrico no sangue, também deve ser feito com dieta adequada, restringindo alimentos que causam aumento da concentração do ácido úrico, e medicamentos. 

7 – Artrite reumatoide 

Doença que também deve ser diagnosticada e tratada pelo médico reumatologista.

A artrite reumatoide é considerada uma doença autoimune. Ou seja, o próprio organismo produz anticorpos contra estruturas do corpo. 

Dessa forma, os dedos nas mãos podem ficar deformados e o paciente com grandes dificuldades de exercer atividades simples do dia a dia, como pegar um objeto, por exemplo. 

Além disso, o paciente também sente bastante dor nas articulações e rigidez, com bastante limitação da amplitude de movimento das mãos. 

8 – Tendinites e sobrecargas 

Pessoas habituadas a usar constantemente as mãos e os dedos podem sofrer com tendinites e sobrecargas nas estruturas das mãos e, assim, apresentar dor na mão. 

De fato, isso pode afetar sobretudo músicos que usam instrumentos de corda, sopro, percussão e teclas. 

Além desses profissionais, pessoas que trabalham com artesanatos manuais também têm maiores possibilidades de sofrerem com tendinites e sobrecarga nas mãos. 

9 – Contratura de Dupuytren 

Essa patologia costuma afetar homens acima de 50 anos, sendo uma doença hereditária.

Ela é causada pelo enrijecimento progressivo das fáscias, tecidos fibrosos que envolvem os músculos e ossos. 

Assim, o paciente fica com grandes dificuldades de conseguir abrir a mão, afetando, sobretudo, o dedo anelar e dedo mínimo. 

A mão ganha um tradicional e característico aspecto de garra e o diagnóstico é também baseado no aspecto físico da mão. 

No tratamento, corticosteroides são utilizados para minimizar os sintomas, mas associar a fisioterapia é muito importante. 

Diagnóstico de dor na mão

pessoa segurando uma das mão próximas a um laptop
O ortopedista pode fazer um diagnóstico preciso para descobrir a razão da dor na mão.

Quando se busca um profissional com queixa de dor na mão, o médico buscará hipóteses diagnósticas do que pode ser a causa da dor. 

Portanto, perguntas serão feitas sobre como começou a dor, que horas que a mão mais dói, hábitos do paciente, dentre outras perguntas. 

Além disso, exames de imagem também podem ser solicitados, sobretudo, radiografias para verificar presença de fraturas ósseas. 

No caso de ausência de qualquer problema na anatomia de ossos e juntas, exames de sangue também podem ser solicitados, sobretudo para avaliação de doenças como gota, por exemplo. 

Com o diagnóstico correto, inicia-se o tratamento, conforme a doença. Nos casos mais graves, a cirurgia pode ser recomendada. 

Tratamento 

Geralmente, o paciente com dor na mão busca o diagnóstico quando a dor o incomoda bastante, dificultando atividades do dia a dia. 

Por isso, na primeira fase do tratamento, medicações como analgésicos e anti-inflamatórios costumam ser receitadas para os pacientes, para que eles se tornem mais tolerantes às próximas fases do tratamento. 

No caso de doenças reumáticas, o tratamento envolve o profissional médico reumatologista, com medicações mais específicas para o tratamento. 

A fisioterapia também faz parte do tratamento de várias causas de dor na mão, pois, com exercícios específicos é possível minimizar a inflamação local, estimulando a reparação. 

O alongamento, além de outras ações fisioterapêuticas, também podem ajudar a diminuir a necessidade de medicações analgésicas e anti-inflamatórias.

É o caso da aplicação de laser, por exemplo. A prescrição de órteses também pode ser necessária. 

No caso de quadro mais severos, pode ser necessária cirurgia.

Nesses casos, a fisioterapia entra como parte do tratamento pós-cirúrgico, quando a imobilização é removida e o paciente pode começar a realizar pequenos movimentos. 

Dor na mão precisa de cirurgia?

uma mão sobre a outra
Nem sempre a cirurgia é recomendada para quem sofre de dores nas mãos.

Depende do caso. A maioria resolve-se bem com o tratamento conservador.

Mas, nos casos mais resilientes em que o tratamento conservador não produziu resultados satisfatórios, o médico ortopedista pode solicitar a avaliação de um cirurgião ortopédico para cirurgia na mão. 

Estou com dor na mão. O que devo fazer? 

O ideal quando se apresenta dor na mão é fazer repouso da atividade que provavelmente gerou a dor. Portanto, procure descansar mãos e punhos, se você veio da prática de um esporte ou de outra atividade manual. 

Você também pode colocar gelo na região dolorosa. O gelo ajuda bastante na diminuição da inflamação local e do edema.

Aplique gelo na região dolorosa por pelo menos 15 minutos, de duas a três vezes por dia. 

Caso a dor comece a diminuir, pequenos exercícios para alongamento dos tendões pode ajudar na redução da dor, como colocar a palma da mão para frente e puxar os dedos, alongando a palma da mão.

Outro exercício é exercitar a mão apertando uma bola de plástico pequena, mas cuidado, já que a maioria das lesões são ocasionadas pela sobrecarga. 

Observe a dor: ela piorou com o passar do tempo? A mão apresenta edema ou está com a temperatura mais elevada, de coloração mais vermelha? 

Caso a dor piore, procure um médico ou um fisioterapeuta, pois esses dois profissionais saberão direcionar a resolução do seu problema. 

Agendar uma consulta