Deprecated: Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleto desde a versão 3.2.0! Use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor() em seu lugar. in /nas/content/live/fisiopop/wp-includes/functions.php on line 5323
Inflamação no ombro: O que pode ser? Tem cura? - Fisiopop

Inflamação no ombro: O que pode ser? Tem cura?

O ombro é uma das articulações mais complexas do corpo humano e quando há inflamação no ombro, o paciente sofre com dor e dificuldade de movimentação do braço. 

Agendar uma consulta

Por isso, é importante saber qual é a causa da inflamação no ombro, para que o tratamento correto possa ser instituído. Assim, o paciente volta a ter qualidade de vida. 

Vamos ver as principais causas de inflamação no ombro e como tratar cada uma delas. Confira! 

Principais tipos de inflamação no ombro

mulher com inflamação no ombro
Há diversas causas que podem provocar a inflamação no ombro

Quando o paciente sente dor no ombro e com isso, dificuldade de conseguir movimentar livremente o braço, uma ou mais estruturas do ombro podem estar inflamadas. 

Assim, é importante saber qual estrutura está inflamada, conforme descrito a seguir. 

Agendar uma consulta

Tendinite 

A tendinite é a inflamação do tendão. No ombro, há vários tendões que se inserem, mas os mais propensos a sofrerem tendinite são o tendão do manguito rotador e tendinite do supraespinhoso. 

Nesse quadro, o paciente tem dificuldade de elevar o braço. As causas estão relacionadas a movimentos repetitivos, comuns em atletas que praticam vôlei e natação, por exemplo.

De fato, esses são esportes chamados over the head sports, os quais o praticante constantemente movimenta o braço sobre a cabeça. 

Profissionais que também fazem constantemente o movimento de colocar o braço sobre a cabeça, como é o caso de pintores, por exemplo, também têm maior risco de desenvolver tendinite. 

Além disso, existe outro tipo de tendinite, não desencadeada por movimentos repetitivos, denominada tendinite calcária style=”font-weight: 400;”>, em que o organismo faz depósito de cálcio nos tendões.

Esse quadro atinge mais mulheres, após os 40 anos, diabéticos e pessoas com problemas na tireóide. 

Quando o próprio organismo nota que esses depósitos de cálcio precisam ser removidos, instala-se uma inflamação nos tendões. 

Tratamento para tendinite 

O tratamento para tendinite envolve medicação analgésica e anti-inflamatória, além de exercícios para auxiliar no fortalecimento da musculatura do ombro, a exposição a carga de forma progressiva se mostra bem resolutivo no tratamento. 

Bursite 

A bursite é outro tipo de inflamação no ombro, em que a bursa ou bolsa sinovial, uma estrutura de amortecimento existente no ombro, se inflama. 

Movimentos repetitivos também são a principal causa da bursite, sendo uma lesão comum em dentistas, por exemplo, bem como em atletas que praticam esportes os quais frequentemente levam o braço sobre a cabeça. 

Tanto a tendinite quanto a bursite melhoram com a utilização de analgésicos e medicação anti-inflamatória, mas a fisioterapia é bastante importante.

Nos primeiros dias de dor, a aplicação de gelo também auxilia na redução das queixas. 

De fato, em ambos os casos, ações analgésicas fisioterapêuticas também conseguem minimizar a inflamação local, diminuindo a necessidade de muita medicação.

Além disso, o fortalecimento das estruturas do ombro é essencial para que o quadro se resolva e não retorne. 

Capsulite adesiva 

A capsulite adesiva, também chamada ombro congelado, é uma patologia em que a cápsula da articulação do ombro se inflama e o paciente não consegue movimentar o braço. 

Assim, a patologia ganhou o nome de “ombro congelado”, justamente por impossibilitar o movimento do ombro. 

É uma patologia que causa muita dor sobretudo no início e pode ser consequência de uma tendinite ou bursite não tratada adequadamente.

Quando um paciente possui uma tendinite ou bursite e fica com o braço sem movimentar, o quadro pode evoluir para capsulite adesiva. 

Dessa forma, a capsulite adesiva traz grandes incômodos ao paciente.

Entretanto, é uma patologia autorresolutiva, pois a cápsula, com o tempo, desinflama e lentamente o ombro consegue voltar a ser movimentado. 

Mas, podem ficar sequelas e a amplitude de movimento do ombro pode ficar seriamente comprometida quando o paciente não faz o tratamento adequado. 

O que é bom para inflamação no ombro?

homem sentado na cama segurando umd os braços com inflamação no ombro
O tratamento conservador com compressas de gelo no local pode ajudar a diminuir a inflamação no ombro.

Independente de qual o diagnóstico, o ideal é quando sentir seu ombro dolorido, colocar gelo e aguardar ao menos 3 dias. Não recorra a medicações aleatoriamente. 

Caso a dor persista, o ideal é consultar um médico ortopedista, para que a prescrição dos medicamentos seja individualizada, no caso de analgésicos e anti-inflamatórios.

Além disso, a fisioterapia auxilia bastante pacientes com inflamações no ombro e na prevenção para que diminua as chances de recidiva do problema. 

Como saber se o ombro está inflamado? 

Quando você sente dor ao tentar movimentar o ombro e há limitação em pequenas amplitudes de movimento, ou seja, você não consegue elevar o braço adequadamente, existe grande chance do ombro estar inflamado. 

No caso das mulheres, ações simples do dia a dia, tais como colocar uma blusa ou um sutiã, tornam-se bastante difíceis.

Para os homens, colocar o celular no bolso de trás da calça também torna-se complicado quando há uma inflamação no ombro. 

Mas, somente com o diagnóstico apropriado do médico ortopedista é que você saberá qual o tipo de inflamação que você tem. 

Quanto tempo dura uma inflamação no ombro?

homem sem camisa com uma das mãos no braço com inflamação no ombro
Dependendo do grau da lesão, a inflamação no ombro pode levar mais tempo para curar.

Depende do tipo de inflamação. Se for uma tendinite ou bursite, em algumas semanas o quadro já tende a estar resolvido.

No entanto, alguns casos podem ser mais resistentes, podendo demorar alguns meses até que o paciente sinta-se livre do quadro de dor local. 

Já a capsulite adesiva tende a ser mais demorada, justamente pela maior resistência muscular, podendo demorar vários meses até a resolução. 

Inflamação no ombro precisa de cirurgia? 

A maioria dos casos de inflamação no ombro são resolvidos de maneira conservadora, ou seja, com medicação apropriada e fisioterapia.

Assim, são raros os casos em que a cirurgia é necessária. 

Em alguns casos, no entanto, a cirurgia feita de maneira artroscópica (com cortes pequenos e uma câmera), pode ser uma opção quando o tratamento conservador não apresentou resultados positivos. 

Mas, é importante lembrar que após a cirurgia, o paciente também fará sessões de fisioterapia na reabilitação do ombro operado. 

Agendar uma consulta