Deprecated: Elementor\DB::is_built_with_elementor está obsoleto desde a versão 3.2.0! Use Plugin::$instance->documents->get( $post_id )->is_built_with_elementor() em seu lugar. in /nas/content/live/fisiopop/wp-includes/functions.php on line 5323
Ombro doloroso - Fisiopop

Ombro doloroso

O ombro é uma das articulações mais movimentadas no nosso dia a dia. Portanto, quando temos um ombro doloroso, muitas vezes, fica difícil fazermos nossas atividades diárias. 

Agendar uma consulta

Mas, afinal, quais são as razões para ombro doloroso? Como é feito o diagnóstico do problema e será que a cirurgia é necessária?

É sobre esses assuntos que trataremos, confira! 

O que é ombro doloroso?

ombro doloroso

O ombro doloroso caracteriza-se por dor na região da articulação, que pode se estender para os braços correspondentes.

Agendar uma consulta

Além disso, o paciente sente enorme dificuldade de fazer movimentos, como levantar os braços sobre a cabeça, ou então rotacionar o braço. 

Existe um quadro, denominado síndrome do ombro doloroso, em que o paciente sente uma dor moderada a intensa, que pode, inclusive, ser confundida com infarto. 

A dor, como pode se estender para um dos braços, pode confundir o paciente, que corre para o pronto-socorro, acreditando sofrer um infarto.

Na verdade, ele tem um problema ortopédico, nada relacionado ao sistema cardíaco. 

Existem diversas causas que levam ao ombro doloroso, ou síndrome do ombro doloroso. 

Causas

homem curvado tocando ombro doloroso
Há diversas causas que podem desencadear um ombro doloroso.

Dentre as causas para a dor de moderada a aguda no ombro, que estende para o braço e que dificulta a movimentação do membro superior do paciente, pode-se citar: 

  • Tendinite calcária; 
  • Capsulite adesiva (ou ombro congelado); 
  • Lesão no manguito rotador; 
  • Luxação do ombro; 
  • Artrose do ombro. 

Vamos ver algumas informações sobre cada uma dessas possíveis causas. 

Tendinite calcária 

Causa bastante frequente em mulheres, a partir dos 40 anos e pacientes com diabetes. Diabéticos, de fato, apresentam cerca de 30% de risco de apresentarem tendinite calcária. 

Por definição, essa é uma lesão em que o organismo deposita cálcio em algumas regiões do ligamento, o que leva à inflamação ligamentar (tendinite). 

Com o tendão inflamado, o paciente sente bastante dor. Em exames de imagem, o ortopedista pode observar depósitos de cálcio na região do ligamento. 

Capsulite adesiva 

Lesão popularmente conhecida como ombro congelado, em que o paciente não consegue mais movimentar o braço, devido ao espessamento da cápsula articular. 

É um fenômeno autolimitante, mas que leva á muita dor e torna-se bastante difícil o paciente conseguir passar por essa fase sem tratamento, devido à dificuldade de movimentação do braço. 

Lesão no manguito rotador 

Nesse tipo de problema, o paciente sente muita dor à noite. É uma lesão que ocorre nos tendões presentes na cabeça do úmero (o osso do braço que compõe a principal articulação do ombro). 

Fisicamente, o paciente apresenta dificuldade ou não consegue levantar o braço para cima da cabeça. 

Luxação do ombro 

Geralmente é resultado de algum acidente traumático, como cair de bicicleta, por exemplo.

O braço se desloca e a articulação do ombro fica lesionada, pois não há mais contato entre as superfícies articulares. 

Artrose do ombro 

A artrose costuma afetar indivíduos com mais idade. Ela representa o desgaste da articulação e com isso, as superfícies ósseas ficam em contato, com maior atrito e sem o adequado amortecimento. 

Além disso, a artrose costuma se manifestar também em outras articulações pelo corpo e não somente na articulação do ombro. 

Diagnóstico de ombro doloroso 

Quando um paciente busca atendimento médico, com queixa de dor no ombro, o médico ortopedista faz algumas perguntas sobre como é a dor e o estado geral de saúde do paciente. 

O médico também faz um exame físico, verificando se o paciente tem dificuldades em movimentar os braços e como está a amplitude de movimento. 

Assim, é possível traçar uma hipótese diagnóstica. Exames de imagem também podem ser solicitados, sobretudo para descartar outras hipóteses diagnósticas. 

No caso de traumas, por exemplo, os exames de imagem são importantes para verificar se não houve fraturas nos ossos. 

Dentre os exames mais solicitados para dor no ombro, há as radiografias, ultrassom, tomografia e ressonância magnética. 

Como é feito o tratamento para síndrome do ombro doloroso?

paciente em consultório com médico para tratar ombro doloroso
Há vários tipos de tratamentos para um ombro doloros de acordo com a condição causadora.

Primeiramente, é necessário retirar o paciente do quadro agudo de dor. Ou seja, o médico ortopedista prescreverá analgésicos e anti-inflamatórios, para que a fase aguda da doença passe. 

Muitas pessoas acreditam que imobilizar o ombro é uma saída, mas isso não deve ser feito, pelo contrário.

Quanto menos o braço for movimentado, maior o risco de capsulite adesiva. 

Assim, o médico ortopedista prescreverá sessões de fisioterapia, para haver mobilização da articulação, auxiliando no seu reparo. 

Por último, o tratamento cirúrgico é reservado para raríssimos casos, com o tratamento conservador dando ótimos resultados na maioria dos casos. 

Qual é o melhor remédio para dor no ombro? 

O melhor remédio é aquele que seu médico ortopedista prescreverá para você, após analisar seu caso. 

Lembre-se: a automedicação nunca é apropriada e há remédios que acabam piorando os sintomas, sobretudo em pacientes que já usam outras medicações. 

Dessa forma, se você sentir uma dor aguda no ombro e tem dificuldades de levantar os braços ou se movimentar, procure atendimento ortopédico e siga o tratamento proposto, inclusive com a fisioterapia. 

Com isso, seu quadro certamente vai melhorar. 

Agendar uma consulta